top of page

Fazer amor com você mesma, nunca é casual.

Olá, para namorades e solteires! Hoje é dia 12, e que me perdoem os comerciantes, será sempre mais uma oportunidade para celebrar a força do nosso amor. Do jeito que a gente quiser!


No dia dos namorados no ano passado eu estava destruída, real, oficial! E se alguém me perguntasse: “como você acredita que vai estar em 12.06.24?”, eu certamente responderia: “na merda, como agora!”😅. Se eu fizer um resumão de 5 minutos, vai parecer que foi obra do milagre. Mas não foi só isso!

Eu sou temente a orixá, então eu reconheço que toda a minha existência tem sim o aval de Xangô e Oyá, donos da minha cabeça e do fogo que eleva pelos ares, sempre que eu preciso e quando eu acredito que não preciso também! Então sim, teve milagre! E teve eu, juntando cacos, sobrevivendo, tentando com muito esforço perdoar meus próprios erros, reconhecendo meus limites, aprendendo com a porra dos vacilões e as vacilonas que encontrei pelo caminho. Ouvindo podcast de Rita Batista e reafirmando na frente do espelho: “EU SOU A MELHOR COISA QUE PODE ACONTECER NA VIDA DE QUALQUER PESSOA E/OU CORPORAÇÃO. É UM PRESENTE NA EXISTÊNCIA A PESSOA CONVIVER COMIGO, SE DÁ COMIGO, ME ENCONTRAR NA VIDA”, e é isso mesmo! Incentivar meu coração a relembrar isso, foi uma das formas que busquei para me fez levantar no meio da grande crise que venho enfrentando. Sim, o caminho é longo e ela continua ao meu lado, mas nesse dia dos namorados, faltando apenas uma semana para o meu aniversário de 36 anos, estou muito melhor do que antes. E sigo bem acompanhada de mim! E daqueles que me amam, que me lembram do prazer da minha companhia, que se deixam ser tocados e afetados pela luz que eu carrego no meu orí.


Eu faço o bem. E mesmo quem faz o bem, por vezes tropeça no mal que os outros vão espalhando pelo caminho. Mas o bem que eu faço não é de hoje, estou plantando há muitas luas, e a colheita desse bem é certa! Ela vem ao meu encontro, no ritmo e no passo que orixá determinar. E eu sei dançar, devagar, eu aprendi quando renasci no axé. Estou pronta! Sigo preparada para os desafios e para a melhor parte da minha vida, que ainda está por vir.


Acho que já comentei em outro texto, que a minha primeira consultora com uma psiquiatra foi na noite do dia 19.06.23, sim, meu aniversário de 35 anos. Eu chorei muito naquela noite! Eu ainda não sabia nomear, mas aquela foi minha grande prova de amor por mim. E mesmo que em muitos dias eu não me sinta capaz, bonita, inteligente, eu olho para trás e baseada naquele plantio de autocuidado sei que eu me amo. E tem uma coisa, isso não é mantra de ninguém não, mas eu acredito mesmo, o amor pode mudar tudo. E a força do amor próprio pode te curar, tirar das entranhas da sua pele toda a mágoa, todo o mal querer que você já encontrou nessa vida. Eu sou uma mulher simples, gosto das coisas de verdade e vivo uma vida real. Isso faz de mim uma mulher plenamente livre para se sentir feliz e amada neste dia 12, e em todos os outros dias que virão.


Fazer amor com você mesma, nunca é casual.


3件のコメント


Texto massa, cheio de confiança e amor próprio - todo mundo anda precisando um pouco disso. Valeu!! E super valeu ter te encontrado na Experimental : -)

いいね!

De fato, é um privilégio te encontrar nessa existência. Que você continue se reconhecendo e se amando nos mínimos detalhes. 💜


いいね!

Obrigada por se amar e não se abandonar!

Sigamos nessa trilha do afeto!

いいね!
bottom of page